Tour ao Vale Sagrado dos Incas e sua singularidade

O Vale Sagrado dos Incas, localizado a 35 km de Cusco, entre as cidades de Pisac e Ollantaytambo, é um dos lugares turísticos mais importantes do Peru e da evolução dos povos incas.É fundamental para quem busca conhecimento aliado às indescritíveis belezas naturais e experiências.

O "sagrado" do Vale Sagrado dos Incas

Formado há milhares de anos pelas correntes do rio Vilcanota ou Urubamba, assim como no passado era chamado de Willkañuta (casa do Sol) ou Willcamayu (rio sagrado), o Vale Sagrado se estende por mais de 100 quilômetros e possui grandes e impressionantes centros administrativos, que fazem parte desta antiga ocupação.O nome do sagrado para o local está relacionado à rica flora e fauna, à terra fértil e aos inúmeros riachos que, subindo das montanhas nevadas, seguem cachoeiras, abastecendo toda a região com água abundante e alimentando o rio sagrado.

"A arquitetura do Vale, como sua simetria, parece revelar que tinha a função exclusiva de servir de espelho da Via Láctea para os Incas."

 
Vale Sagrado dos Incas - o místicoOs antigos do local realizavam rituais na região, muito bem proporcionados pela natureza e com vista privilegiada da Via Láctea, conhecida no mundo andino como Mayu ou rio celestial, serviu aos Incas como eixo de orientação para o ritual .Todo o conhecimento do tempo vinha das constelações, onde se identificavam as mais escuras na Via Láctea, com maior densidade e brilho, formando sombras de enormes silhuetas, geralmente de animais, que no pensamento andino eram responsáveis ​​por gerar fertilidade e abundância na terra.

Como é o caminho para o Vale Sagrado?

Como é a viagem ao Vale Sagrado dos IncasNos últimos anos, a média anual de turistas ao Vale Sagrado foi de 1 milhão, segundo números de guias peruanos.O Vale Sagrado como um todo se estende por várias cidades e sítios arqueológicos às margens do Rio Urubamba. E enquanto as estradas são ótimas, elas sobem e descem montanhas, tornando a viagem mais demorada do que parece, mas em nenhum momento a vista se torna tediosa ou exuberante.Com isso, nosso conselho é se preparar para uma excursão de dia inteiro. Com almoço, que geralmente fica em Urubamba, uma das maiores cidades do Vale.O requinte e o domínio desta cidade são seus diferenciais. Comidas e bebidas locais com sabores únicos são servidas aqui com o melhor da região: a hospitalidade.

Mapa da rota do Vale Sagrado dos Incas

Para parar em alguns pontos do passeio do Vale, é imprescindível completar a viagem com as experiências de conhecimento desta região tão rica em história e aprendizado ao longo dos anos.Listamos algumas paradas abaixo, mas falaremos sobre outras postagens em breve.
  • Pisaq: famosa por seus mercados de artesanato.
Pisaq - Vale Sagrado dos Incas
  • Urubamba: comida incrível, hospitalidade e hospitalidade.
Urubamba - Vale Sagrado dos Incas
  • Ollantaymbo: rica em inesquecíveis montanhas, ruínas e aquedutos.
Ollaytambo - O Vale Sagrado dos Incas
  • Chinchero: muito lembrada pelas igrejas barrocas e tecelagem peruana.
Chincero - Vale Sagrado dos IncasSão viagens como esta, cheias de peculiaridades, história e cultura, que nos enriquecem com a experiência e o pioneirismo de uma bela viagem.Nós esperamos que você tenha apreciado. Até a próxima postagem.Fontes inspiradoras: Vida sem Paredes e Andarilhos do Mundo.

Add a Comment

Your email address will not be published.

💁🏻‍♀️ escribe tu mensaje
//
Vanessa Luffet
Viajes Cusco Peru
|
//
Cómo podemos ayudar?